segunda-feira, 17 de outubro de 2016

"Homenageando Professores (as)"

Porque e Como Me Tornei Professora

(Ana Teixeira Benigno)

Eu sou Ana Teixeira Benigno, nascida em setembro de 1926, na localidade Pedra Branca, estado do Ceará. Graças a Deus, tendo completado os 90 anos de idade, ainda mantenho a memória bem viva, capaz de contar com detalhes as principais passagens da minha vida.
Nasci com grande vocação para o ensino e o primeiro destaque para isso se deu aproximadamente antes dos meus dois anos de idade; quando de uma “birra” fui repreendida por minha mãe saí para o quintal e passei a brincar com sabugos de milho, transformando-os em personagens vestidos com retalhos de tecidos – sobras de costuras, fazendo-os, meus alunos que passaram a receber os meus ensinamentos e broncas, criando em meu saudoso pai grande admiração pelo fato de eu nunca ter visto nada sobre educação escolar.
Fui crescendo e gradativamente colocada em escolinhas particulares, quando então vim com um tio e familiares para a localidade Sítios Novos de Cima em Caucaia, onde numa escola presumivelmente de melhor qualidade eu faria companhia ao meu primo. Fui matriculada no 1º ano e as professoras constatando que eu sabia muito me promoveram ano a ano até a Admissão ao Ginásio.  A Escola era ainda pequena, na casa de morada, onde se realizavam também as missas, porém, sob a direção da senhora Ida Pessoa de Araújo, havia o projeto de ampliação e o terreno defronte destinado à construção da Igreja e a Escola. Iniciamos então a coleta de donativos, o mutirão, e a obra foi erguida em parte.

A Dona Ida ficava na casa de morada com toda a papelada e a correção dos cadernos e eu ainda adolescente tomava conta dos alunos e da pequena Escola, onde as aulas se realizavam com grande sucesso. Mas, para o meu aprendizado, ali ainda era muito restrito e meu pai me transferiu para Itapipoca, onde fiz o ginasial, tendo como Professor de Reforço o Dr. Eliezer Brasil Soares e eu causava admiração, pois, só tirava a nota 100, porquanto o professor do primeiro curso que fiz foi o Dr. Edilson Brasil Soares, irmão de Elieser...  

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Cidadania Maracanauense


“DeCoração”

Ceará – Fortaleza, que beleza! Aqui cheguei em 1976 para estar com vocês, talvez, por um mês, dois ou três, então voltaria para SAMPA, agradecido pela estadia nesse recanto do qual pouco sabia, mas, fui aprendendo, absorvendo e amando no dia a dia.
Veio então Maracanaú, nome que me soara estranho, como estranho me eram seus caminhos, que passei a trilhar com carinho, pleiteando com a legitimidade de um Filho da Terra a sua emancipação.
Fortaleza, amada vizinha, do que me compete fazer, jamais esqueci e dedico-me também a  você; E 40 anos após; sei, não lhe deserdei; Maracanaú se fez mais forte, me prendeu solene e historicamente para até a morte e eu acatei familiar, profissional e humildemente não relutar, pois, esse é o meu destino, hoje reconheço; Trouxe-me para cá o Divino para eu não mais voltar.

Oh! Maracanaú, quisera ter como contrapartida da gratidão, o poder de mandar para a Escola donde vim, os irmãos que aqui tendem a te macular...



















domingo, 7 de junho de 2015

Maria Galdino do Maracanaú

“Um Instante de Ponderação”




Maria Galdino – Liderança do Conjunto Timbó – Maracanaú


Gravado para o Programa Bela Manhã (2ª a 6ª das 08: às 09h.)
Radio Pitaguary 1340 AM (www.radiopitaguaryam.com), Facebook
Gerson B. Rhein e Blogger (Google) Autenticidade Sim.




Respeitadíssima e Grande líder de muitas lutas, tentativas e conquistas; Compositora e Intérprete de vários CDs gravados, cantando parte da sua trajetória.



Gerson, parabéns pela sua volta à Rádio Pitaguary e apresentar esse novo programa que se dedica a divulgar também aspectos do nosso povo. Então, estando você aqui me visitando de surpresa, acaba por tomar conhecimento de vários detalhes da minha história, da qual você só conhecia algumas partes. Mas, quando eu vim para Maracanaú, trazia a experiência do trabalho exercido nas Comunidades Eclesiais de Base, e aqui me fixando passei a vivenciar também as necessidades dos moradores do Conjunto Timbó, do Conjunto Jereissati e de todo o Maracanaú, daí conquistando a confiança desse povo que acabou por me reconhecer como uma liderança comunitária, tendo então criado a entidade União das Mulheres Cearenses de Maracanaú.

Dentro desse trabalho criei a Rádio Comunitária do Timbó, Creche, Escola e tudo isso mantido pela própria comunidade. Em dado momento me afastei para atender outras prioridades e encaminhamentos, e hoje estou muito doente, não podendo estar à frente desses encargos que sempre assumi; mas, continuo ainda com a mesma esperança, a mesma forma, a mesma coragem de lutar por esse povo, embora, nesses dias o meu relacionamento com todos seja bem restrito, diferente pelas circunstâncias, mas, com muito mais experiência e sabedoria do que quando aqui cheguei, e essa sabedoria toda, capaz de criar momentos e movimentos comunitários, eu aprendi com o povo do Maracanaú.   





Este depoimento está também postado no blogger (Google)

“Autenticidade Sim” e no “Facebook” de Gerson Benedicto Rhein

sábado, 6 de junho de 2015

A U D I C S O M

“Um Instante de Ponderação”

Empresária Izalvi Martins Noronha
AUDICSOMCentro Auditivo – CE – PI – MA – www.audicsom.com.br
Na Audicson a gente fica muito feliz, pois, é uma empresa que está muito consolidada no mercado do Ceará, do Piauí e do Maranhão; porque este ano, nós estamos completando 30 anos.
Trinta anos de uma existência árdua, de muita luta, sempre buscando acertar. Como você sabe aqui no nosso País é muito difícil uma empresa atingir 30 anos; mas, fora o aspecto comercial, a gente procura ter um relacionamento bem fraterno com os clientes, porque bem sabemos, o deficiente auditivo precisa de um cuidado mais especial, e a gente acaba tendo clientes amigos, e é isso que fez a Audicsom chegar aos seus trinta anos de exemplar existência, vendendo tecnologia, vendendo modernidade, mas, principalmente vendendo qualidade de vida, o que para nós é o mais gratificante; sentir em cada cliente a sua transformação em amigo, e é assim que a empresa Audicson vem vivendo esses anos todos, contando com esses amigos que usufruem do profissionalismo e da representatividade confiável que lhes proporcionamos, indicando-nos para outros, referendando assim o nosso compromisso de manter a devida qualidade e aprimorada tecnologia, mantendo por decorrência a nossa crescente tradição.


Este depoimento está também postado no blogger (Google)
"Autenticidade Sim" e no "Facebook" de Gerson Benedicto Rhein

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Francisco Félix – O Ícone da Hora

(Jornalista – Radialista – Empresário - Empreendedor nas áreas: Midiáticas, Publicitárias e de Eventos e Presidente da Associação dos Cronistas  Carnavalescos do Estado do Ceará)





- O conheci há quase quatro décadas, e pessoalmente, anos após, à saída do seu programa na Rádio Dragão do Mar; tendo a satisfação de recepcioná-lo no início dos anos 90 na Rádio Pitaguary 1340 AM qual era locutor (quinze anos após ter deixado a Rede Globo São Paulo e a Rádio Cacique São Caetano) e me tornara também diretor, por credibilidade, indicação e deliberação do Superintendente – Empresário Roberto Soares Pessoa.






Tendo, Francisco Félix sido (para a minha grande satisfação) votado para me suceder na direção desta emissora maracanauense, independentemente do seu tradicional programa “que revive a época de ouro do rádio” que até hoje é apresentado aos domingos das 10: às 14: h., do qual tive o prazer e a honra de me tornar integrante, por indicação da conceituadíssima Socióloga e Radialista Silvânia Albuquerque, desde aquela época abnegada diretora e devotada baluarte da www.radiopitaguaryam.com trazida pelo combativo Comunicador Francisco Félix.





Como o bom filho que a casa torna; após quinze anos de ausência, estou de volta, com o PROGRAMA BELA MANHÃ (2ª a 6ª das 08 às 09h); entre os programas JORNAL DA PITAGUARY e TEMPO de MARACANAÚ – da produção e apresentação FRANCISCO FÉLIX; este renomado e valoroso representante da Imprensa Cearense, prazerosamente centrado em nosso querido Maracanaú, que para a nossa satisfação aniversaria neste significativo 22 de maio, cumprindo-me fazer esse registro, não apenas pela sua felicidade natalícia, mas, pelo bem que ele representa às categorias citadas e pelo bem que ele espalha por suas produções a tantos que o acompanham ao longo da sua brilhante carreira de exímio e peculiar profissionalismo.





PARABÉNS POR MAIS ESTE ANIVERSÁRIO FRANCISCO FÉLIX, QUE DEUS CONTINUE A ABENÇOÁ-LO MUITO E SEMPRE, E NOS PRESTIGIE MAIS E MAIS COM A SUA IMPRESCINDÍVEL E AGRADÁVEL COMPANHIA!!!  






Este depoimento está também postado no blogger (Google) “Autenticidade Sim” e no “Facebook” e Compartilhamentos de Gerson B. Rhein